Man in a car looking at a smartphone with face-mapping technology

Aquisição e detecção de imagens

A aquisição e detecção de imagens é uma área da tecnologia extremamente avançada que não para de evoluir, com câmeras, sensores e projetores combinando-se para criar uma ferramenta poderosa para consumidores e empresas. E no centro de tudo isso está o vidro, que fornece as propriedades ópticas e físicas para promover o avanço do setor.

Revolução global construída em vidro

O mundo cada vez mais é dominado por aquisição e detecção de imagens, e a tecnologia usada para criar essas imagens não para de evoluir. Mas não se trata apenas de fotos tiradas para recordação ou selfies que capturam um momento específico. Imagens de câmeras agora incluem reconhecimento facial, sensores 3D para modelagem e digitalização, medição de distância, detecção de objetos e o emocionante novo mundo da realidade aumentada e mista. O vidro fino e ultrafino é essencial para todas essas inovações, pois oferece a combinação ideal de resistência, resiliência e propriedades ópticas exatas que estão sendo desenvolvidas com a mesma rapidez que a tecnologia que elas aperfeiçoam.

Seu espelho digital

A qualidade da câmera e das imagens de um smartphone está se tornando critério decisivo no momento de compra dos clientes. Com a popularização das selfies, a exigência de desempenho da câmera frontal aumenta ainda mais.

A qualidade de imagem é sensivelmente aperfeiçoada com as integração dos sensores Tempo de voo (ToF) e de luz ambiente, pois ambos os componentes podem otimizar a profundidade e as informações de cor. Os vidros especiais da SCHOTT têm função essencial na fabricação dos principais componentes do ToF, do sensor de luz ambiente e da câmera frontal minimizada: uma tecnologia com potencial de futuro.

Os vidros especiais da SCHOTT se tornaram o padrão do setor para câmeras e sensores de smartphones. Graças à sua excelente transmissão óptica e capacidade de revestimento, eles melhoraram significativamente a eficiência óptica e a precisão dos difusores e filtros dentro dos sensores de luz ambiente e do ToF.

Com espessuras inferiores a 300 micrômetros e alta resistência mecânica, os vidros permitem também que a câmera seja incorporada em um smartphone sem chanfraduras (com ou sem pequenos entalhes) e são ideais para a integração da câmera sob a tela.

Diagrama dos componentes de um sensor de luz ambiente em um smartphone

Sua ID portátil

O número de sensores e câmeras móveis cresce exponencialmente em aplicações como reconhecimento facial, pagamentos móveis, animação, modelagem e digitalização 3D, aumentando a exigência por qualidade em imagens tridimensionais e componentes de detecção.

Os vidros especiais da SCHOTT possibilitam a produção em massa da óptica dos wafers graças à sua tolerância de espessura mais rígida e menor TTV. A alta transmissão e homogeneidade tornam o vidro SCHOTT o substrato ideal para DOE (elementos ópticos difusores) e difusores compactos e eficientes em difração, bem como para filtros de banda estreita. 

Atualmente, mais de 200 milhões de smartphones no mundo contam com os vidros especiais da SCHOTT como solução para os mais diversos componentes ópticos de dispositivos de reconhecimento facial.

Diagrama dos componentes de um sensor Tempo de voo (ToF) em um smartphone

Seus componentes ópticos de padrão superior

Para aumentar a qualidade da imagem de câmeras de telefones celulares, a aquisição de informações detalhadas é um requisito fundamental. A produção de uma câmera de profundidade, que consiste em um filtro de banda estreita e difusor ou DOE feito de vidro fino, permite a medição de distância ultraprecisa, detecção de objetos e uma função de autofoco para melhorar a qualidade de vídeos e fotos em condições adversas de iluminação.

Além disso, a SCHOTT oferece soluções em vidro fino para lentes de última geração que ainda serão desenvolvidas. Com o desenvolvimento de novos elementos ópticos, revestimento e embalagem no nível do wafer, uma solução completa de vidro fino com tolerância de espessura reduzida, baixo TTV e deformação com base em tecnologias no nível do wafer resultaria em óptica de qualidade superior a baixo custo.

Diagrama dos componentes de vidro de uma câmera de profundidade em um smartphone

Sua nova realidade

O vidro, um elemento fundamental dos dispositivos de realidade aumentada (RA) do futuro, combina perfeitamente o mundo da realidade com o digital. Os mais recentes vidros de realidade aumentada e mista (RM) são desenvolvidos com base na tecnologia de orientação da luz, que usa guias de ondas de vidro como unidade de exibição. Os wafers de vidro de alto índice SCHOTT RealView® proporcionam a experiência imersiva mais aguardada pelo setor.

Índice de refração superior a 1,9, nível mais elevado de homogeneidade e transmitância, e um processo de produção em massa extremamente preciso fazem do SCHOTT RealView® a melhor escolha para os pioneiros de RA e RM do futuro. Com a luz estruturada e os componentes ToF produzidos com o uso de vidro fino, a SCHOTT permite a captura de informações profundas e a execução de digitalização e modelagem 3D para dispositivos de RA.

Diagrama dos componentes de vidro de uma câmera IR em um smartphone
Descubra a variedade de câmeras e sensores em um smartphone e os principais componentes de vidro que permitem um desempenho seguro e estável.