The Schott & Associates Glass Technology Laboratory in Jena, Germany

Nossa história corporativa

Não existem muitas empresas globais com uma história tão extraordinária como a SCHOTT. Começando como um pequeno laboratório de vidro há mais de 130 anos, a empresa se tornou um dos principais fabricantes de vidros especiais com um modelo de fundação único, que se tornou a base para o desenvolvimento sustentável e o sucesso duradouro.
1884

1884

Fundada como um laboratório de vidros

Em 1884, o químico em vidro Otto Schott (1851-1935), juntamente com o físico Ernst Abbe (1840-1905) e o mecânico de precisão Carl Zeiss (1816-1888), fundou um pequeno laboratório de vidro em Jena, na Alemanha. O Schott & Associates Glass Technology Laboratory foi criado para o desenvolvimento e produção de novos tipos de vidros especiais, com Otto Schott desenvolvendo vidros ópticos principalmente para a oficina óptica de Carl Zeiss. Com o passar do tempo, o pequeno laboratório de vidro se tornou o Grupo SCHOTT, um dos principais fabricantes mundiais de vidros especiais.

1896

1896

Governança corporativa sustentável

Em memória do falecido Carl Zeiss, Ernst Abbe estabeleceu a Fundação Carl Zeiss em 1889. A fundação conseguiu garantir permanentemente a existência das fábricas da ZEISS e SCHOTT, independentemente dos interesses do proprietário, além de dar aos funcionários direitos sociais especiais e promover instituições científicas e sociais fora das empresas.

Com o apoio de Otto Schott, Abbe implementou um modelo corporativo único, voltado para a sustentabilidade, com as ações da SCHOTT sendo transferidas para a fundação em duas etapas, uma em 1891 e outra em 1919. O estatuto de 1896 da fundação de Abbe forma a constituição corporativa, que é um dos documentos mais importantes da história econômica e social da Alemanha.

1911

1911

Passagem para uma empresa industrial

Com a alta demanda global por vidros especiais desenvolvidos pela SCHOTT, o pequeno laboratório de vidros foi transformado em uma grande indústria. Esse processo foi acelerado pela introdução da fundição contínua de vidro em grandes tanques, em 1911, e pelo início da produção automatizada, em 1923.

1927

1927 

As origens do Grupo SCHOTT

A aquisição das vidrarias de Zwiesel, em 1927, e de Grünenplan (veja imagem abaixo) e Mitterteich, em 1930, marcou os primórdios do Grupo SCHOTT.

1945

1945

A odisséia dos 41 vidreiros

Após o final da Segunda Guerra Mundial e a divisão da Alemanha em Oriental e Ocidental, a SCHOTT também foi separada em oriental e ocidental. A fim de garantir a especialização científica para o lado ocidental, as tropas americanas trouxeram a equipe de gestão da SCHOTT e especialistas selecionados – os “41 vidreiros” – de Jena para a Alemanha Ocidental quando eles saíram de Turíngia.

Após a expropriação da fábrica matriz em Jena, em 1948, a consolidação da divisão política da Alemanha foi obtida um ano depois, com a fundação da República Federal da Alemanha e da República Democrática Alemã. Liderados por Erich Schott, os “41 vidreiros” decidiram construir uma nova fábrica principal no lado ocidental, com a abertura da nova fábrica concluindo a “Odisseia dos 41 vidreiros” em 1952.

1954

1954

A globalização ganha impulso

Há demanda global pelos vidros especiais da SCHOTT desde os anos de sua fundação. No entanto, a produção foi inicialmente limitada à Alemanha até a Vitrofarma, uma fabricante brasileira de tubos de vidro para carpules farmacêuticos, tornar-se a primeira unidade de produção fora da Alemanha em 1954.

Desde a década de 1960, a SCHOTT tem estabelecido gradualmente unidades de produção e escritórios de vendas na Europa, nos Estados Unidos e na Ásia, incluindo escritórios de vendas em Nova York (1963), Tóquio (1966) e Paris (1967). Duryea, Pensilvânia, foi a primeira unidade de produção na América do Norte (1969), e Penang, Malásia, a primeira unidade de produção na Ásia (1975).

2004

2004

A transformação em uma sociedade anônima

Com a reforma da Fundação Carl ZEISS, em 2004, a ZEISS e a SCHOTT foram separadas da Fundação e convertidas em sociedades anônimas legalmente independentes. A Carl Zeiss Foundation é a única acionista e não tem permissão para vender suas ações da Carl Zeiss AG ou da SCHOTT AG – uma especificação-chave do estatuto da Fundação.

Diagrama mostrando a estrutura corporativa da Fundação Carl Zeiss
2020

2020

O objetivo estratégico “Saldo ecológico neutro até 2030”

A proteção ambiental é uma meta corporativa da SCHOTT desde 1987. No cenário de avanço das mudanças climáticas, a empresa tornou a meta de “Saldo ecológico neutro até 2030” um componente central de sua estratégia de 2020 para contribuir ativamente com a proteção do clima.

	Brass microscope surrounded by three blocks of glass

Nossa história de inovação

O impressionante histórico de inovações em vidro da SCHOTT é tão fascinante quanto a sua história corporativa. Nossos vidros especiais sempre apresentaram enormes avanços tecnológicos e científicos.