Produção de algas

Sistema de tanque aberto
Tanque aberto

Sistema de tanque aberto

Os sistemas de tanque aberto são normalmente construídos com configurações circulares ou longitudinais. A água é mantida em movimento, por exemplo, por intermédio de rodas de pás. Os sistemas de tanque aberto são muito baratos e fáceis de construir. No entanto, a má utilização de luz, o perigo de contaminação e a alta evaporação de água são desafios importantes que levam a uma baixa produção de biomassa por área e a uma grande absorção de água. Algumas dificuldades podem ser superadas com telhados, aumentando, no entanto, os custos.
Sistema fechado
Fotobiorreator tubular fechado

Sistema fechado

Os sistemas fechados são dominados por reatores tubulares e de placa plana. Outras opções são sacos, bobinas ou cúpulas. Os sistemas de placa plana têm recebido muita atenção devido a sua grande área de superfície iluminada, mas este tipo de tecnologia apresenta problemas de aquecimento e uma forte tendência para a acumulação de formações de biofilmes nas paredes internas. Os sistemas tubulares reduzem em contrapartida esses inconvenientes, mantendo simultaneamente as vantagens da alta produtividade e entrada de luz ideal.
Portanto, os fotobiorreatores tubulares de vidro, em especial os PBRs em tubo de vidro especial com vidas úteis mais longas e maior facilidade de limpeza, são muito bem adequados para a cultura altamente reprodutível de uma grande variedade de algas com as maiores taxas de crescimento. Assim, os PBRs tubulares de vidro são também mais adequados para o fornecimento de inóculo de alta qualidade para sistemas de tanque aberto.
Contaminação
  • Risco de contaminação muito baixo em comparação aos tanques abertos, nos quais
    outros microorganismos ou insetos podem entrar facilmente
  • Sem limitação quanto às espécies de algas que podem ser cultivadas, devido ao
    bloqueio efetivo contra organismos competidores
Produtividade
  • Uma produtividade significantemente maior em termos de massa por área e dia
  • Uso mais eficiente do solo

Concentração de algas

  • Significantemente maior em termos de massa por litro
  • Procedimento de colheita mais eficiente
Perda de água
  • Os sistemas fechados não apresentam evaporação em comparação aos tanques
    abertos, os quais podem perder grandes quantidades de água e resultar em risco de
    precipitação de sais
  • A perda de água é limitada a fatores externos, tais como processos de resfriamento,
    utilização de estufas, diâmetro do tubo, temperatura-alvo, etc.
Qualidade da biomassa
  • A qualidade da biomassa é altamente reproduzível, devido ao excelente controle de
    processos dos sistemas PBR tubulares
  • É possível produzir produtos de alto valor ou inóculos de alta qualidade,
    com a segurança ideal
Flexibilidade da produção
  • Sua facilidade de limpeza permite que haja um status inicial definido a qualquer
    momento e, por isso, a troca de espécies de algas é possível e segura
Uso de GMO* para melhorar o processo de produção
  • É possível a utilização de GMOs* em um reator com design fechado ao passo que, em
    tanques abertos, essa utilização é bastante limitada
* GMO = Sigla do inglês para Organismos Geneticamente Modificados
Feiras e Eventos
28.
November
Trade fair Speech @ CPhI India, Mumbai, India, 28.11 - 30.11.2017
05.
February
Trade fair GFIA, Abu Dhabi, الإمارات العربيّة المتّحدة, 05.02 - 06.02.2018
Contato
SCHOTT Brasil Ltda.
Divisão de Vendas Internacionais

Av. Francisco Nakasato, 1801
13295-000 Itupeva - SP
Brasil
E-Mail to SCHOTT+55 11 4591-0288
A SCHOTT usa cookies neste website para melhorar a experiência do usuário e fornecer o melhor serviço possível. Ao continuar a navegar esse website, você concorda com nosso uso de cookies.